quinta-feira, 3 de maio de 2012

Museus e grupos artísticos do Estado participam da Virada Cultural - 5 e 6 de maio


Governo de São Paulo participa da Virada Cultural

Museus e grupos mantidos pela Secretaria de Estado da Cultura integram a programação do evento, que movimenta a capital nos dias 5 e 6 de maio. Nos dias 19 e 20/5, o Governo realiza a Virada Cultural Paulista em 27 municípios.


A Virada Cultural da capital paulista contará com programação especial preparada pelo Governo do Estado de São Paulo, novamente parceiro da Prefeitura no evento. Nas 24 horas da Virada, entre os dias 5 e 6 de maio, os museus mantidos pela Secretaria de Estado da Cultura funcionam com horário expandido, entrada grátis e atividades culturais diversas. A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) e a Jazz Sinfônica também participam da programação.

A SPCD vai apresentar sua nova coreografia – Bachiana nº1 – no Palco Anhangabaú, junto com naipe de cellos da Osesp, às 22h. Inspirada na brasilidade, no romantismo e na paixão do povo brasileiro evocados pela obra do compositor Heitor Villa-Lobos, Bachiana n°1 foi criada pelo coreógrafo Rodrigo Pederneiras, do Grupo Corpo, especialmente para a companhia. A coreografia, novíssima no repertório da SPCD, estreou em Piracicaba há apenas duas semanas.

A Osesp fará duas apresentações durante a Virada, ambas no domingo (6/5): às 11h, no Palco do Anhangabaú, a orquestra se apresenta com o regente Eduardo Portal e a mezzo soprano Luciana Bueno, com as Sete canções populares do compositor Manuel de Falla e Quadros de uma exposição, de Modest Mussorgsky. Às 17h, o coro da Osesp se apresenta na Sala São Paulo com ingressos grátis.

Já a Jazz Sinfônica, orquestra clássica integrada por uma big band de jazz, vai apresentar seu trabalho singular, que reúne o popular e o erudito, com participação especial do pianista congolês Ray Lema e das cantoras Tatiana Parra e Juliana Amaral. O grupo e seus convidados especiais se apresentam às 18h do sábado (5/5), abrindo a programação do Palco Júlio Prestes.

Os museus mantidos pelo Estado também serão ótimas opções de passeio no fim de semana da Virada. O Museu da Imagem e do Som, por exemplo, abrirá das 11h às 23h no dia 5/5 e terá entrada grátis para as seis exposições que estarão em cartaz – dentre elas, a que reúne 300 fotografias em Polaroid do artista plástico americano Andy Warhol, a maioria retratos de amigos, celebridades, detalhes de interiores e objetos. Também estará em cartaz no MIS a mostra André Kertész – uma vida em dobro, com a obra do fotógrafo húngaro que influenciou toda uma geração de artistas dessa linguagem.

O Museu da Língua Portuguesa funcionará até a meia-noite no sábado, com entrada grátis; no domingo, com horário de funcionamento normal, todos pagam meia entrada. Estará em cartaz a exposição Jorge Amado e Universal, em homenagem ao escritor baiano. Também no campo da literatura, a Casa das Rosas fará novamente sua Virada da Poesia, com saraus, leituras e apresentações musicais ininterruptas das 18h do sábado às 16h do domingo.

Além de oferecer visitação gratuita no fim de semana e horário de visitação ampliado (das 9h às 20h), o Museu do Futebol vai fornecer transporte grátis para os visitantes a partir das estações Clínicas e Barra Funda do Metrô.

Vários equipamentos da Secretaria de Estado da Cultura aproveitam a Virada Cultural para realizar atividades diferentes. Além do espetáculo de dança Cidade, do Núcleo OMSTRAB, o Teatro Sérgio Cardoso terá performances do Grupo Imaginário com um bonecão andrógino e roda de samba no saguão, com Osvaldinho da Cuíca, Thobias da Vai-Vai, Eduardo Gudin e Filó Machado (das 23h30 à 1h30).

O Paço das Artes apresentará o festival de música experimental Sonora Paço, nos dias 5 e 6 das 16h às 23h. Com curadoria do artista plástico e compositor de música eletrônica Ricardo Carioba, esta edição do Sonora Paço estará focada na música erudita, eletrônica e nas artes sonoras. Quem visitar o Museu de Arte Sacra poderá participar de uma oficina grátis de arte urbana, com enfoque na técnica de estêncil, que acontece nos dois dias, das 13h às 17h. A arte urbana também será tema da oficina de grafite que a Estação Pinacoteca realiza das 11h às 18h do sábado.

Já a Pinacoteca do Estado e o Museu da Casa Brasileira abrem suas portas para a música e a dança. Ao longo de todo o fim de semana, os dois espaços oferecem shows diversos para animar a visitação. No MCB, haverá apresentações de choro, jazz e música afro-caribenha, além de uma aula de dança do estilo Lindy Hop, dançada ao som de swing jazz (dia 6/5, às 16h45). Além de corais, maxixes, choros e de jazz, a Pinacoteca terá também uma apresentação de dança judaica, com o Grupo Tzion (5/5, 14h).

A programação completa dos equipamentos do Governo do Estado na Virada Cultural está disponível e será atualizada no site oficial do evento (www.viradacultural.org) e no da Secretaria de Estado da Cultura (www.cultura.sp.gov.br).

Virada Cultural Paulista
Nos dias 19 e 20 de maio, é o Governo do Estado de São Paulo que realiza a Virada Cultural Paulista, com programação musical e artística em 27 cidades. Como nas edições anteriores, grandes nomes da cena nacional e artistas internacionais marcam presença na programação, que reúne cerca de mil atrações, entre elas os estrangeiros Ky-Mani Marley, Fernando Ferrer e Arto Lindsay; Gal Costa, Dominguinhos, Luiz Melodia, Zélia Duncan, Lobão, Ultraje a Rigor, Titãs, Pitty, Nando Reis, Emicida, Gaby Amarantos e muitos outros nomes de peso da cena nacional, além de apresentações de teatro, dança, performances e intervenções.  

Realizada em parceria com as prefeituras dos 27 municípios envolvidos e com o SESC SP, a Virada Cultural Paulista deve atrair mais de um milhão de pessoas. Confira as cidades participantes: Americana, Araçatuba, Araraquara, Assis, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, Santo André, São Caetano do Sul, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.



Um comentário:

  1. ATRAÇÃO DOS MOLEKES

    (pagode com malícia mineira)

    Influenciados pelo, Exalta Samba, Revelação, o grupo se apresentou pela primeira vez em 2006 na Praça Antônio Carlos (Machado-MG /Brasil), durante as comemorações do 7 de setembro.. No mesmo mês, eles abriram o show do Face Racial no salão da Dismabe, evento organizado pelo DJ Brown. O próximo passo será a gravação do primeiro CD com 12 músicas, entre elas (É hora de curti) Contatos: João ou Diogo (35) 3295-4031 (Machado-MG).

    Blog: http://atracaodosmolekes.blogspot.com/
    ==================================================================

    APROVEITE E CONHEÇA O blog o FANZINE EPISÓDIO CULTURAL (MACHADO-MG) TAMBÉM. EIS O LINK:
    HTTP://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com

    ResponderExcluir